No post de hoje eu quero falar com vocês sobre as IF CLAUSES, os CONDITIONALS, as condicionais em inglês. Essas orações condicionais são usadas para expressar uma condição, como o próprio nome já sugere. 

Em inglês, a maioria das frases que usam o tempo verbal condicional contém o termo IF e muitas formas condicionais são usadas em frases que incluem verbos no passado. Esse uso é conhecido como “passado irreal”, pois utilizamos o tempo verbal no passado sem exatamente fazer referência a algo que aconteceu no passado. 

Nós temos 5 formas principais de construção de sentenças condicionais e, em todos os casos, as frases são compostas por uma oração com if e uma oração principal. Em algumas orações condicionais negativas há uma construção alternativa que utiliza unless ao invés de if. 

Nós usamos essas Conditionals Sentences para explicar o que acontece de verdade; o que poderia acontecer (provável ou possível resultado no futuro); o que nós gostaríamos que acontecesse, ou seja, imaginando um resultado diferente para a situação presente; e o que poderia ter acontecido, isto é, pensar sobre um resultado diferente que já aconteceu no passado.

Em todas as frases condicionais nós temos uma IF CLAUSE, ou seja, uma sentença que tenha a conjunção IF, e uma frase de resultado.

Para simplificar: O IF é o evento ou situação que deve acontecer para que outra coisa aconteça, isso significa que o resultado só pode acontecer se o IF CLAUSE acontecer. E é por isso que chamamos essas frases de condicionais; porque uma condição é algo que você precisa fazer ou uma situação que precisa existir para que outra coisa aconteça.

Com isso esclarecido, vamos aprender essas 5 formas principais de condicionais. 

ZERO CONDITIONAL

O zero conditional é usado quando estamos nos referindo a fatos, hábitos e verdades, onde há uma ação e uma consequência. Essa é a forma mais utilizada, mas também podemos utilizá-lo no imperativo, isto é, “se acontecer algo, faça isso”. 

A formulação desse condicional quando estamos falando de um fato é:

IF + PRESENT + SIMPLE PRESENT

Vamos ver um exemplo:

If you heat ice, it melts.
Se você esquentar gelo, ele derrete.

 

Nesse exemplo nós temos o verbo heat no presente e o verbo melts também no presente.

If she gets home late, her mother worries.
Se ela chegar tarde em casa, a mãe dela se preocupa. 

 

Nesse caso também temos um fato, significa que toda vez que ela chegar em casa tarde, sua mãe irá se preocupar e por isso usamos essa mesma formulação. 

Vamos ver mais alguns exemplos:

If I eat chocolate, I get an allergy.
Se eu como chocolate, eu fico com alergia.

 

If babies get hungry, they cry.
Se os bebês sentem fome, eles choram.

 

Agora, se você quiser dar uma ordem, usar o imperativo, a formulação do condicional seria:

IF + PRESENT + IMPERATIVE

Vamos ver um exemplo:

If the building catches fire, run!
Se o prédio pegar fogo, corra!

 

If I get here late, start the meeting without me!
Se eu chegar aqui atrasado, comece a reunião sem mim!

 

Como vocês podem perceber, a estrutura é bem parecida, a única diferença é que quando usamos o imperativo não necessariamente vamos conjugar o verbo, iremos usá-lo da forma que ele é, tirando apenas o to. 

FIRST CONDITIONAL

A primeira diferença entre o zero e o first conditional é que agora nós não estamos mais trabalhando com fatos. Aqui, nós estamos falando de uma situação específica, uma situação que gera resultado, uma possibilidade ou prováveis ações futuras. 

A formulação do first conditional é:

IF + PRESENT + WILL / GOING TO + VERBO NO INFINITIVO

If I go to Recife, I will visit you.
Se eu for para Recife, eu vou te visitar.

 

If you tell her anything, we will say it’s a lie.
Se você falar algo para ela, nós diremos que é mentira.

 

If I have time, I will visit grandma.
Se eu tiver tempo, vou visitar a vovó. 

 

If I see her, Ill tell her what you told me.
Se eu vê-la, eu direi a ela o que você me disse. 

 

SECOND CONDITIONAL

O segundo condicional fala de uma hipótese que provavelmente  é irreal, algo que provavelmente não irá acontecer. 

A formulação desse condicional seria:

IF + SIMPLES PAST + WOULD / COULD + VERBO NO INFINITIVO

Aqui nos usamos o verbo modal would para demonstrar que estamos imaginando algo. Lembre-se que todos os verbos que seguem um modal verb estão no infinitivo, ok?

Então vamos ver alguns exemplos:

If I had the money, I would buy that house.
Se eu tivesse dinheiro, eu compraria aquela casa.

 

Agora vamos a uma questão que já confundiu muitos estudantes de inglês. Você provavelmente já viu essa estrutura na famosa música da Beyoncé, If I were a boy. Muitas vezes você verá o second conditional combinado com o verbo to be sendo o were para todas as pessoas. 

Mas então qual é a diferença e quando usar If I was ou o If I were

Bom, se você quer ser gramaticalmente correto, use were para todas as pessoas nessa estrutura de condicional. Se estamos dizendo If I were provavelmente estamos nos referindo a algo que não é real. Como a própria música mesmo:

If I were a boy.
Se eu fosse um menino. 

 

Ou então:

If I were richer.
Se eu fosse mais rica.

 

If I were taller.
Se eu fosse mais alta.

 

Todas essas frases indicam algo irreal. Agora, se estivermos falando de algo real, que realmente aconteceu, ai usaremos o If I was. Por exemplo:

If I was rude, I would like to apologize.
Se eu fui rude, eu gostaria de me desculpar. 

 

Nessa frase entendemos que a pessoa realmente foi rude. 

Que tal usarmos algumas músicas para observar a second conditional? 

Na música do Eric Clapton Tears in heaven ele faz uma pergunta em second conditional, observe:

Would you know my name if I saw you in heaven?”
“Você saberia o meu nome se eu te visse no céu?”

 

Nesse caso a formulação foi invertida por ser uma pergunta. Temos o WOULD + IF + SIMPLE PAST.

O que não podemos fazer é misturar o if com o would, o if sempre vai ser com o passado simples, ok?

Agora vamos a música da Beyoncé que eu já havia mencionado antes:

If I were a boy I think I could understand”.
“Se eu fosse um menino eu acho que entenderia”.

 

Vamos ver outros exemplos para que fique ainda mais claro para você:

If I knew something about it, I would tell you.
Se eu soubesse algo sobre isso, eu te falaria.

 

If we had any money, we would lend it to you.
Se nós tivéssemos algum dinheiro, nós emprestaríamos para você.

 

If they wanted your opinion, they would ask.
Se eles quisessem sua opinião, eles perguntariam.

THIRD CONDITIONAL

O terceiro condicional tem uma fórmula um pouco mais complexa, tem que saber um pouco mais sobre tempos verbais, mas não é um bicho de sete cabeças.

Quando usamos o third conditional estamos nos referindo a algo no passado que não pode mais ser mudado. Essas sentenças, por vezes, podem expressar arrependimento. 

A formulação desse condicional seria:

IF + HAD + PAST PERFECT + WOULD HAVE + PAST PARTICIPLE

Não se assuste pelo tamanho da estrutura-se e lembre-se que você irá usá-lo para se referir a algo que já acontece e a consequência ocorreu no passado. Por exemplo:

If I had remembered your birthday, I would have bought you a present.
Se eu tivesse lembrado do seu aniversário, eu teria te comprado um presente.

 

Percebe como a sua ação está no passado assim como a sua consequência? Você não comprou o presente porque não lembro do aniversário.

Vamos ver mais alguns exemplos:

If we had saved some money, we would have bought a new computer.
Se nós tivéssemos guardado um pouco de dinheiro, nós teríamos comprado um novo computador.

 

If you had told me, I would have done something.
Se você tivesse me dito, eu teria feito alguma coisa.

 

If he had come on Monday, I would have seen him.
Se ele tivesse vindo na segunda, eu o teria visto.

MIXED CONDITIONALS

Por fim, nós temos as condicionais mistas.

Aqui temos a possibilidade de falar sobre algo que ocorreu no passado e que também é imutável, mas que a consequência é no presente. É uma mistura entre a third e a second conditional. 

Sua formulação seria:

IF + HAD + PAST PERFECT + WOULD

If I hadn’t drunk a lot last night I wouldn’t be tired today.
Se eu não tivesse bebido tanto ontem a noite, eu não estaria cansada hoje.

Percebe como uma ação do passado que não pode ser mudada tem a sua consequência no presente? 

Vamos ver mais alguns exemplos:

If I had worked harder, I would have a better job now.
Se eu tivesse trabalhado mais, eu teria um emprego melhor agora.

 

If we had looked at the map, we wouldn’t be lost.
Se nós tivéssemos olhado no mapa, nós não estaríamos perdidos.

 

Aproveite e me siga nas redes sociais, participe das nossas lives todas as terças-feiras e entre para o meu grupo do TELEGRAM, onde eu envio dicas, conteúdos e muita informação bacana. Para entrar no grupo, basta tocar no botão abaixo:

TOQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DO TELEGRAM

E lembre-se de compartilhar com quem você conhece se tiver gostado do material! 🙂

Stay Strong.

 


Cadastre-se abaixo e faça parte da lista VIP. Você receberá gratuitamente conteúdos exclusivos, seleções VIP de dicas de inglês, convites para aulas ao vivo e muito mais. \o/

Nunca lhe enviaremos SPAM. Powered by ConvertKit

Como você avalia esse conteúdo?

Muito obrigada!

aproveite e siga-nos nas redes sociais e tenha acesso a muito mais conteúdo!

Nós sentimos muito por este artigo não ter sido tão útil pra você!

Deixe-nos melhorar esse artigo!

Conte-nos como poderíamos melhorar esse artigo:

English Teacher, Coach, a True Believer. Acredita que todos podem aprender inglês mais rápido e com mais propósito com a ajuda do coaching. Logo, acredita que o inglês é a melhor, mais básica e mais rápida de todas as ferramentas disponíveis para que alguém mude sua vida para melhor. O inglês é a chave que abre portas, é a janela pro mundo, é a linha base que conecta ideias e pessoas dos quatro cantos do planeta.