Hoje eu quero conversar com você sobre um assunto ligeiramente delicado: a fluência. E antes que você comece a ler esse texto eu quero te dar um aviso: esteja preparado para algumas verdades que talvez sejam um pouco difíceis pra você no momento, mas que não deixam de ser reais e importantes para sua evolução no inglês. 

Bem, com isso já esclarecido eu quero saber: o que é fluência para você? Uma pergunta, talvez, complicada, certo? Mas para algumas pessoas, fluência é conseguir conversar com um nativo, para outros, fluência tem relação com provas e testes. 

Para mim, fluência é quando conseguimos nos comunicar de maneira confortável e efetiva em inglês. É uma mistura das habilidade de Reading, Writing, Listening e Speaking. É construir confiança para se comunicar em inglês, porque quanto mais confiante, mais confortável você estará com o idioma, mesmo que não esteja 100% correto. Para mim, fluência não é perfeição. Você pode cometer erros e estará tudo bem.

Mas se você tem uma opinião sobre fluência diferente da minha, tudo bem. A minha ideia aqui é que você tenha esclarecido o que é fluência para você para que eu possa te ajudar a desenvolvê-la, ok?

E para te ajudar nessa jornada rumo à fluência eu separei 8 dicas indispensáveis para que você continue evoluindo gradativamente. Então, separe papel e caneta para tomar nota de tudo que julgar importante para você. Para que isso funcione, preciso que você se comprometa ativamente com cada uma dessas lições. Vamos lá: 

1. QUAL SUA MOTIVAÇÃO?

Essa é uma pergunta que você precisa responder. Sei que pode parecer complicado à princípio, mas tente simplificar. Mude a estrutura da pergunta para: Por que você precisa do inglês? Pode ser para uma viagem, para aprender um novo idioma, para alguma prova, por conta do mercado de trabalho, enfim, existem diversas possibilidades. Quais são as coisas incríveis que você poderá alcançar com a fluência?

Mas tenha isso claro em sua mente, tão claro que você consiga visualizar essa fluência, que consiga senti-la. Imagine-se lá. Tire um tempo agora para pensar nessa questão e depois volte aqui para continuar a leitura.

É com a resposta para essa pergunta que você conseguirá entender sua motivação. Essa resposta é a sua motivação. Esse é o combustível que você precisa para continuar aprendendo, praticando e revisando. É com a motivação que você conseguirá se colocar em situações fora da sua zona de conforto.

2. COMPROMETIMENTO FINANCEIRO

Sei que ler isso, para muitos, pode causar certa frustração, mas antes de se apavorar, vamos falar um pouco sobre esse assunto. 

Partindo do ponto que você só está aqui, lendo isso, porque tem grande interesse em atingir sua fluência, eu entendo que você está 100% comprometido com isso. É uma prioridade, certo? Sendo assim, se comprometer financeiramente é importante e com certeza também será um combustível para que você continue sua jornada. 

Quando colocamos nosso dinheiro na reta, nós temos a tendência de dar mais valor para aquela atividade. É como pagar a academia sem estar realmente comprometido. Você se sente frustrado e isso serve de motivação para você sair da sua casa e ir até lá, independente de qual seja o seu motivo para isso. 

É assim que funciona também para o inglês. Mexer no bolso é a maior motivação para muitas pessoas. Pegar o dinheiro que você trabalhou tão duro para conseguir e investir em você é capaz de mudar, quase que instantaneamente a sua visão sobre sua prática de inglês. Se você se comprometer financeiramente com seu inglês, você possivelmente irá mais longe e atingirá a fluência mais rápido. 

Procure uma alternativa que possa caber no seu orçamento. Você pode se comprometer financeiramente com muito ou pouco, isso depende do seu ponto de vista, mas fazer isso, investir em si mesmo, fará com que você alcance seus objetivos mais rápido.

Agora, se você não tem dinheiro no momento, planeje e siga isso a risca. Sacrifique algo em sua vida para alavancar seu inglês. O quanto você quer se tornar fluente? Qual a importância disso para sua vida nesse momento? 

E sim, é possível estudar sozinho, mas você terá mais sucesso se tiver um professor te guiando nessa jornada. Mas se você realmente não tem como investir nisso agora, então é preciso que você compense investindo mais tempo e tendo mais foco em seus estudos. É preciso que você crie um cronograma de estudos e se mantenha motivado por todo o caminho. Você precisa estar ativamente presente nessa tarefa. E acredite, esse é um desafio ainda maior do que separar um dinheiro para investir em si mesmo. Se você está determinado a alcançar mudanças significativas e resultados melhores, decida qual ação você tomará para que isso aconteça.

Se escolher ir além e se tornar meu aluno, por exemplo, você pode cadastrar seu email AQUI na nossa lista de espera e ser [email protected] assim que abrirmos turmas novas.

3. MAXIMIZE SEU TEMPO DE ESTUDOS

Isso não significa que você precise estudar 6 horas por dia. Não se trata disso. A ideia é que você realmente aproveite este tempo de estudo, que você o separe com carinho e o superestime. 

Primeiro estabeleça quanto tempo você tem para praticar inglês por dia? 30 minutos? 1 hora? Tudo bem, faça esse tempo valer a pena! Um cronograma de estudos pode te ajudar bastante nessa tarefa. Dessa forma é possível que você acrescente isso em sua rotina. O segredo está na consistência. A chave do negócio é conseguir fazer desse tempo um hábito. 

Sinta que você fez um bom trabalho, que seu cérebro está fritando de tão focado e consistente você foi durante aquele tempo de estudos. Seja dedicado e comprometido com você mesmo e faça isso todos os dias. Não é algo que você possa questionar, mas que é necessário se você quer conquistar mudanças significativas em seu inglês.

Isso não significa que você precise realmente sentar e estudar algo, mas você precisa se expor ao idioma diariamente. Você pode ouvir algo em inglês ou ler; assistir uma série, escrever, falar ou até mesmo cantar em inglês. Sua prática diária precisa ser balanceada.

Seu aprendizado deve ser uma combinação de experiências divertidas e passivas e práticas deliberadas. Um exemplo de prática ativa é escrever. Talvez não seja tão divertido quanto assistir ao episódio de uma série, mas também é uma atividade necessária, ok?

4. TENHA UMA ÓTIMA NOITE DE SONO

Esse é um dos itens mais importantes dessa lista. Talvez isso pareça estranho para você depois de eu falar tanto sobre consistência e comprometimento, mas o tempo de descanso não é necessariamente o oposto dessas duas coisas. 

Ter uma boa noite de sono ajudará em sua concentração e em sua habilidade de pensar com clareza. Isso porque as nossas memórias se consolidam enquanto dormimos. Quando estamos acordados, adquirimos ou criamos novas memórias; nós aprendemos, vemos, escutamos e estudamos diversas coisas. Por vezes, algumas informações são esquecidas rapidamente, mas outras ficam cimentadas em nossas mentes permanentemente.

Nossas memórias e o que aprendemos se tornam mais estáveis em nosso cérebro quando dormimos. Isso acontece para que no futuro possamos acessar essas informações no futuro. Se você não dorme bem, possivelmente você não lembrar das coisas que aprendeu durante o dia. Então, não deixe que seus aprendizados se percam, faça disso uma prioridade em sua rotina. 

5. USE O QUE VOCÊ APRENDE

Como eu já disse anteriormente, você tem dois tipos de aprendizado: o passivo e o ativo. O passivo é ótimo para a aquisição de vocabulário, por exemplo, mas você precisa colocar isso pra fora. E como fazer isso? 

Aproveite o tempo que você tem no transporte público ou na hora do almoço e pense em inglês. Isso te ajudará e muito em sua jornada de aprendizado. Você também pode manter um diário ou ter um professor para ajudá-lo. Procure uma comunidade online que tenha os mesmos objetivos que você. Pratique o Imitation e o Shadowing

6. FOQUE NO INGLÊS QUE VOCÊ PRECISA USAR

Você pode pensar sobre essa questão de duas maneiras. A primeira é pensar no inglês como um idioma amplo. A realidade de qualquer idioma é que temos milhões de palavras, mas apenas uma pequena porcentagem delas é usada no dia a dia – e isso é referente a falantes nativos e não a pessoas que estão aprendendo a língua.

Um nativo usa cerca de 10 a 12% das palavras em inglês como vocabulário ativo. Essa porcentagem satisfaz suas necessidades de comunicação verbal. Cerca de 23 a 24% faz parte do seu vocabulário passivo, ou seja, coisas que ele ouve, lê e entende, mas que não usa em seu dia a dia. Existe uma porcentagem de palavras em inglês que você precisa saber e entender e eu te convido a focar nas mais específicas e mais usadas ao invés de se sobrecarregar com o idioma.

A segunda maneira de pensarmos sobre esse assunto é você ser fluente em uma área específica. Por exemplo, gastronomia, fotografia, engenharia. Depende muito do por que você precisa do inglês, tá bom? Se você é um chef de cozinha, você precisa saber o nome dos alimentos, dos utensílios culinários e como conversar nesse ambiente. Você pode gostar muito de cinema e procurar saber mais sobre esse universo em inglês. 

7. NÃO SE PREOCUPE TANTO EM FALAR CORRETAMENTE

Quando estamos conversando é normal que cometamos erros, então não precisa se preocupar em dizer tudo perfeitamente. O que você precisa é saber como lidar com uma situação onde você esquece de alguma coisa ou quando não consegue entender algo. 

Você pode encontrar um post completo sobre como conversar em inglês sem travar aqui no meu blog para te ajudar nessa tarefa.

8. PEÇA AJUDA

Por fim, não tenha medo ou receio de pedir ajuda. A maioria das pessoas irá se dispor de bom grado em ajudar. Não há vergonha nisso. Então não fique acanhado em pedir ajuda no meio de uma conversa, isso é normal, pode acontecer e tudo bem. 

Agora, talvez você esteja se perguntando como fazer isso. Bom você pode dizer:

Can I ask you, what does this word mean?
Posso te perguntar, o que essa palavra significa?

 

Can you please tell me how is it called?
Você pode me dizer como isso se chama por favor?

 

Você pode encontrar mais 27 frases em inglês – que os nativos usam sempre – que irão te tirar de uma situação complicada durante uma conversa clicando AQUI

Aproveite e me siga nas redes sociais, participe das nossas lives todas as terças-feiras no YouTube e entre para o meu grupo do TELEGRAM, onde eu envio dicas, conteúdos e muita informação bacana. Para entrar no grupo, basta tocar no botão abaixo:

TOQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DO TELEGRAM

E lembre-se de compartilhar com quem você conhece se tiver gostado do material! 🙂

Stay Strong.

 

Cadastre-se abaixo e faça parte da lista VIP. Você receberá gratuitamente conteúdos exclusivos, seleções VIP de dicas de inglês, convites para aulas ao vivo e muito mais. \o/

Nunca lhe enviaremos SPAM. Powered by ConvertKit

Como você avalia esse conteúdo?

Muito obrigada!

aproveite e siga-nos nas redes sociais e tenha acesso a muito mais conteúdo!

Nós sentimos muito por este artigo não ter sido tão útil pra você!

Deixe-nos melhorar esse artigo!

Conte-nos como poderíamos melhorar esse artigo:

English Teacher, Coach, a True Believer. Acredita que todos podem aprender inglês mais rápido e com mais propósito com a ajuda do coaching. Logo, acredita que o inglês é a melhor, mais básica e mais rápida de todas as ferramentas disponíveis para que alguém mude sua vida para melhor. O inglês é a chave que abre portas, é a janela pro mundo, é a linha base que conecta ideias e pessoas dos quatro cantos do planeta.