Medo de errar em inglês
Medo de errar em inglês

Hi there! Eu sei que muitos de vocês tem esse receio de errar na hora de se comunicar em inglês, então eu resolvi vir aqui conversar com vocês sobre esse assunto.

Eu pensei, eu pesquisei, eu preparei esse conteúdo pra vocês então não é porque essa aula é gratuita que ela não tem valor. Tem o valor do meu tempo preparando a aula, meu tempo aqui passando o conteúdo, minha experiencia estudando ingles, ensinando inglês e morando 6 anos na Inglaterra.

Então, me ajudem se inscrevendo no meu canal, deixando o like e compartilhando com seus amigos 🙂

Quem aqui nunca sentiu um friozinho na barriga na hora de responder uma pergunta em voz alta ou de repente dar sua opinião em inglês? Isso aconteceu comigo inúmeras vezes! Era bastante frequente no começo dos meus estudos, mas também acontecia quando eu já me considerava fluente e em diversas situações. Entrevistas de emprego era um clássico, acontecia até pra pedir alguma coisa pra aeromoça no avião.

Mas vamos entender primeiro o que significa errar em um idioma. Medo de errar. Esse “medo de errar” é meio vago, né? O que de fato significa errar?

A primeira coisa que vocês devem entender sobre um erro em ingles é a questão gramatical, ou seja, é quando voce diz algo que não está de acordo com a norma culta ou com os livros de gramática. Isso acontece no português também. Então por exemplo, se você disser:

🔸Eu fui NO mercado. ❌
🔸Eu fui AO mercado. ✅

🔸Assisti O vídeo. ❌
🔸Assisti AO vídeo. ✅

Veja só, nós mesmos cometemos esse tipo de erro, mesmo sendo fluentes em português. E no inglês? Eu já vi muito nativo dizer:

🔸There’S lots of pubs there. ❌
🔸There’RE lots of pubs there. ✅

🔸He DON’T mind. ❌
🔸He DOESN’T mind. ✅

🔸You WAS there. ❌
🔸You WERE there. ✅

Eu estou exemplificando pra que vocês entendam que as pessoas não falam “certinho” o tempo todo exatamente como descrito em um livro de gramática. Isto acontece em qualquer idioma seja em português, em inglês, em alemão, etc. A língua falada no dia a dia tem uma certa naturalidade, uma espontaneidade. Esses pequenos erros acontecem até mesmo com pessoas que tem um certo conhecimento da lingua.

Esse tipo de erro não compromete a sua comunicação. Então saiba que ao se confundir com essas questões gramaticais na hora de se expressar, a sua mensagem será passada.

⚠️ Atenção! Não estou incentivando vocês a errarem. Quero apenas que vocês não sejam tão duros com vocês mesmos quando algum erro como esse acontecer. Errou? Aprenda e busque se aperfeiçoar. Em um primeiro momento nos estudos você precisa entender e se fazer entender e aos poucos você vai se aperfeiçoando.

E tem casos e caso, certo? Se você disser “nóis vai” vai soar bem feio. No inglês um “you was” também não é legal. É possível entender o que a pessoa disse, certo? Mas esse é um desvio da norma padrao. Erros como esse não vão comprometer a sua conversa, mas é feio, concorda? Entenderam esse tipo de erro? 🙂

Então vamos entender um outro tipo de erro, que é aquilo que simplesmente não faz parte da lingua.

Vamos pegar a frase:

🔸Eu quero falar inglês em 2019.✅
🔸”Em 2019 inglês falar eu quero”. ❌


🔸
I want to speak english in 2019. ✅
🔸”In 2019 english to speak I want”. ❌

Aqui, nesses casos, esses erros violam a norma as regras gramaticais do idioma. Há frases gramaticais e frases agramaticais (não respeitam as regras do conhecimento linguístico), então não faz parte dessas línguas. Esse tipo de erro pode prejudicar a comunicação.

Durante o processo de aprendizagem vocês vão cometer erros, faz parte da caminhada. E eu sei que vocês ficam preocupados com a questão do erro porque a palavra errar é uma palavra pesada, ela tem uma carga negativa.

Mas o que eu preciso que vocês levem com vocês após a leitura deste post é que os erros são evidências de que vocês estão aprendendo e que esses erros são importantes.

Tem alguns tipos de erros que também acontecem por causa da influência que temos do próprio português. Muita gente se refere à idade desta maneira:

🔸I have 30 years. ❌
🔸I am 30 years old. ✅
🔸I’m 30. ✅

Em inglês você não TEM a sua idade, em inglês você É a sua idade. Então em inglês você diz: “Eu sou 30 anos velho” (traduzindo ao pé da letra) para dizer quantos anos você tem. Este é um excelente exemplo para que possam entender o porquê não devemos traduzir as palavras ao pé da letra. Muito mais que traduzir, você deve INTERPRETAR as informações, pois estamos buscando entender como um outro povo pensa, como é o processo de raciocínio deles, falantes da língua.

Ainda falando sobre questões culturais, existem erros que acontecem exatamente por nos portarmos de maneira diferente do que um falante nativo da língua inglesa. Observe, este exemplo:

🔸 Waiter, i want a coffee. ❌
🔸Excuse me. Can I have a coffee please? ✅

Aparentemente não há nada de errado com a primeira frase, certo? Traduzindo palavra por palavra você tem a frase: “Garçom, eu quero um café”. Porém, em inglês é preciso um pouco mais de cuidado para pedir algo para alguém, precisa ser um pouco mais educado. Lembre-se sempre do “com licença” e “por favor” 😉

Outro erro bastante comum acontece quando estamos começando a aprender os verbos no passado. Apenas acrescentamos o “ED” nos verbos regulares e pronto, verbo no passado. Nesses casos, a nossa tendência é simplesmente começar a acrescentar o ED no final de um verbo sempre que não soubermos uma determinada variação. Certa vez eu mesma disse “Teached” acreditando ser este o passado do verbo To Teach (ensinar), quando na verdade o correto é taught.

Então percebam, os erros não acontecem “do nada”, eles tem uma origem, significa que você está raciocinando, buscando possibilidades para aquele contexto, e com isso vamos criando as sinapses neurais. Errar não nos faz menos inteligentes, não significa que somos burros, aliás é exatamente o contrário. Você só vai errar se você tentar, se você se esforçar em aprender uma coisa que você não sabe. Vai ser desconfortável no inicio porque você está fazendo algo que não é natural para você, mas o erro FAZ PARTE.

Busque estabelecer algumas frases que irão te ajudar em uma situação onde você não consegue entender alguém, por exemplo:

🔸I’m sorry?
🔸Sorry?
🔸Excuse me?
🔸Could you repeat, please?
🔸Pardon me?
🔸Could you speak slowly, please?

Logo, se você não praticar o que você já aprendeu, como irá progredir nos seus estudos? Todas as situações que exigem de você que aprenda algo, irão acontecer através dos erros,  seja aprender a tocar um instrumento, aprender a dirigir, aprender alguma tarefa nova no seu trabalho, etc. Nós estamos sujeitos ao erro, com o inglês não seria diferente. Quando você começar seus estudos no inglês se prepare para falar muita coisa errada no começo, mas você tem que ser consistente na sua caminhada e se comprometer com os seus avanços.

Você já deve ter ouvido a frase “é errando que se aprende”, certo? É cliche mas é verdade!!! =)

#LIVE NO YOUTUBE:

#PODCAST:

E aí, agora não tem mais como errar, você já aprendeu essa! AQUI no meu blog também tem um ebook gratuito pra você baixar e descobrir de que maneira você aprende melhor. Então CLIQUE AQUI, faça o download e faça o teste pra descobrir o seu estilo de aprendizagem. Depois me conta o resultado do teste. =)

Me conta aqui também se você gostou das dicas e compartilhe com seus amigos! =)

See you!


 

Cadastre-se abaixo e faça parte da lista VIP. Você receberá gratuitamente conteúdos exclusivos, seleções VIP de dicas de inglês, convites para aulas ao vivo e muito mais. \o/

Nunca lhe enviaremos SPAM. Powered by ConvertKit